18 novembro 2013

Disney California Adventure: diversão em homenagem ao estado norte-americano

Hoje vamos falar do outro parque do Disneyland Resort, em Anaheim: o Disney California Adventure. Sede da Cars Land, a área baseada no filme “Carros” e que só existe lá, o centro de diversão é inspirado na história e cultura do estado norte-americano e reúne várias atrações distribuídas em outros parques de Orlando.

Exemplo disso é que, ao chegarmos, já podemos ver que a entrada é igual à do Hollywood Studios, inspirada na discoteca do filme “Xanadu”, e réplica de um verdadeiro teatro de Los Angeles chamado Pan-Pacific Auditorium, destruído em um incêndio em 1989. Toda a área de entrada do parque, chamada Buena Vista Street, é inspirada na Los Angeles dos anos 1920.




Mais à frente, chegamos à Condo Flats, área criada para homenagear os feitos realizados por aviadores da Califórnia, como a quebra da barreira do som. É lá que encontramos um dos melhores brinquedos: o simulador de asa delta Soarin´, um grande sucesso também do Epcot Center, em Orlando. Nele, podemos voar por sobre várias paisagens, praias, montanhas, plantações... É uma das melhores atrações de todo o complexo Disney.


 

No Grizzly Peak, área que reproduz a natureza e ambiente rústico dos parques nacionais californianos, temos como destaque o circuito de água Grizzly River, garantia de sair molhado! Também no Peak fica a área de treinamento baseada no filme “Up – Altas Aventuras”, que parece um daqueles acampamentos de verão que vemos nos filmes de adolescentes americanos. Algumas das atividades do circuito são se transportar de um lado a outro por meio de um pneu e escalar redes, entre outras aventuras.



Quer saber mais sobre o parque? É só continuar abaixo!


Ideal para os pequenos, a Bug´s Land nos traz brinquedos inspirados no filme “Vida de Inseto”. É onde podemos assistir à excelente animação em 4D “Its tough to be a bug”, importada do Animal Kingdom, de Orlando.


Em Hollywood Land, reúna toda a sua coragem para encarar o Hollywood Tower, o famoso elevador do terror! Baseado no seriado Além da Imaginação, é um brinquedo do tipo “kabum”, de queda, com diversão garantida. Ele não apenas cai, como também sobe bruscamente, repetidas vezes. Quem não gostou nada foi nossa princesa, que morreu de medo da sensação forte de queda e subida. O sufoco foi tanto que tivemos que comprar para ela a camiseta... “Eu sobrevivi”!





Semelhanças com Orlando

A essa altura já deu para perceber a grande quantidade de brinquedos presentes também em Orlando. Criado em 2011, o Califórnia Adventure amargou baixa freqüência durante um bom tempo. Foi só com a inclusão de várias atrações de sucesso no Walt Disney World Resort que a situação começou a mudar.

Mas o parque tem seus méritos próprios. E um deles é a área Paradise Pier. É difícil não ficar sem ar ao ver o seu lindo visual. Passado e modernidade se encontram no conjunto da montanha russa à moda antiga California Screaming, com seu visual fake de madeira, e a roda gigante com carrinhos que deslizam Mickey´s Fun Wheel. O Paradise Pier foi a maneira que os executivos da Disney encontraram de homenagear as praias de Santa Mônica e Santa Cruz.


Melhor roller coaster do complexo Disney, a Screaming tem um longo percurso sinuoso, grande velocidade e um incrível looping. Já a Fun Wheel é roda gigante, mas não para corações fracos. Além de ser bem alta, você pode escolher entre duas filas: carrinhos que deslizam e que não deslizam. É o famoso “com emoção” e “sem emoção”! O Paradise Pier é sede ainda do carrossel do rei Tritão, do filme A Pequena Sereia. 

No mesmo local, há uma área “irmã”,  a Pacific Wharf, que reproduz pontos famosos da Califórnia como o Cannery Row, de Monterey, e o Fisherman´s Wharf, de São Francisco.  De quebra ainda vimos uma apresentação dos soladinhos verdes do Toy Story! Logo ali perto fica o Toy Story Mania, em que você pratica tiro ao alvo com os bonecos do filme em 3D, uma atração com grandes filas, mas um pouco superestimada.




 


Cars Land

Agora, se você quer se sentir em plena Radiator Springs, cidade em que Relâmpago McQueen se perde no filme “Carros”, é só entrar na Cars Land. É impossível não se transportar para dentro da história. Estalando de nova (foi inaugurada em 2012), a área é tão bonita de dia quanto de noite. De dia, você se sente em pleno deserto. À noite, vemos uma profusão de cores e luzes na avenida principal de Radiator Springs, cujas construções seguem a mesma disposição vista no filme.









Aliás, uma grande dica: assim que entrar no California Adventure vá direto pegar o fast pass do Radiator Spring Racers, o brinquedo mais concorrido de todo o parque. Vamos falar mais do fast pass em outro post, mas basta você saber que é um ingresso que te permite passar à frente da fila comum em um horário pré-combinado.

No primeiro dia em que fomos ao California Adventure ficamos impressionados pela enorme fila que se formou para pegar o fast pass do Radiator Springs, antes mesmo que o parque abrisse. Depois entendemos. Ele se esgota muito rápido. Nesse dia nem tentamos pegar, mas entramos na fila no segundo dia às 10h e não conseguimos! Ou seja, tivemos que encarar o tempo de espera normal do brinquedo, pois não voltaríamos mais lá. E tome uma hora e quarenta minutos de fila.



Até que foi divertido, graças às “distrações” que a Disney é mestre em criar, como uma parede de escalada de garrafas. Também há ótimos locais para fotos e, claro, também ajuda se o pai for criativo e inventar mil brincadeiras para distrair a pestinha...







Vale muito a pena esperar!! Usando a mesma tecnologia do Test Track, do Epcot Center, o Radiator Springs inicialmente mostra algumas cenas com personagens do filme para, então, começar uma corrida com o carro ao lado a uma velocidade incrível! O visual é um show à parte, tendo como cenário as montanhas de Ornament Valley, do filme “Carros”. 




No Cars Land também encontramos o Mater´s Junkyard Jamboree, parecido com aqueles brinquedos de “xícara”, que ficam rodando, e o Luigi´s Flying Tires, uma espécie de “air game” em tamanho real, com pneus que deslizam sob uma camada de ar e cuja inclinação dos participantes é que os movimenta.



 A magia Disney não acaba

Uma das melhores coisas dos parques da Disney é que você paga o ingresso do parque e descobre shows incríveis, totalmente de graça. É o caso do Disney Magical Map, que já mencionamos no post da Disneyland, e é também o exemplo do Disney´s Alladim: A Musical Spectacular. Com direito a música, piadas (do brincalhão Gênio, que fez referência até à Miley Cirus) e um tapete voador que, no nosso caso, ficou bem na altura dos nossos olhos, já que ficamos no balcão.





Para fechar a noite... o incrível espetáculo de luz do World of Color, espécie de marca registrada do parque. Luzes, projeções, chamas e fogos de artifício recontam filmes da Disney e Pixar, como Valente, Rei Leão, Wall-E e A Pequena Sereia. É uma experiência única, que no nosso caso foi o show que assistimos e serviu como uma despedida emocionante da Califórnia, deixando saudades dos parques da Disney e a certeza de que precisamos voltar.




Planejando suas férias? 

Reserve sua viagem com a gente e pague TUDO em até 10 vezes sem juros. Acesse o formulário de contato do blog ou envie e-mail a paraadisney@gmail.com.


Se preferir fazer sua reserva por conta própria, acesse o Booking.com clicando no link abaixo! Nós receberemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso, e estará ajudando a manter o blog!


Procurando passagem aérea mais barata? Entre no Voopter clicando no link abaixo! Ele pesquisa as principais companhias aéreas para que você possa comprar sua passagem com o melhor preço! Nós receberemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso, e estará ajudando a manter o blog!


Pensando em alugar um carro? Reserve pela Rentalcars clicando no link abaixo. A Rentalcars pesquisa os melhores preços nas melhores operadoras. Alugando por aqui nós recebemos uma comissão mas você não paga nada a mais por isso e estará ajudando a manter o blog.



Compre seus ingressos para as atrações e parques com a gente! Você paga parcelado em reais e já sai do Brasil com os ingressos em mãos, evitando assim as filas das bilheterias. Solicite uma cotação!

Para entender os diferentes tipos de ingressos para os parques de Orlando, veja este post


6 comentários:

  1. Ah, os parques da California!! Um sonho que comecei a alimentar. Vou ler tudo por aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Silmara! Não desista desse sonho pois vale muito a pena!

      Excluir
  2. Qual foi o mês que vcs foram aos parques? A temperatura pelas fotos me parece agradável! Estou lendo tudinho no seu blog e preparando a minha próxima viagem.
    Sou apaixonada pela Disney. Tenho uma pagina no Facebook e um blog que se chama Disney um sonho possível!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adriana, obrigado pela visita! Nós fomos em outubro, na época das festas de Halloween. De manhã e de noite fazia um friozinho. Mas, em compensação, por volta de meio dia fazia calor! Vale sempre carregar um casaco. Vamos visitar sua página, também. Abraços!

      Excluir
  3. Olá! Muito boa sua página! Sou tb louca pela Disney! Estamos indo passar natal na Califórnia, pensei em passar a véspera na Disney, algum jantar...não sei o que pode rolar nessa época. Vc sabe? Dezembro e muito frio por lá???? Estou apreensiva quanto a temperatura, pois vou com minha bebe de dois anos. Aguardo um toque seu, pela sua experiência! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Nós fomos em outubro, quando já era outono e estava frio à noite e pela manhã... No meio do dia até esquentava, mas pegamos algum friozinho lá... Em dezembro será inverno e a California parece ser mais fria que a Flórida, então melhor reforçar o guarda roupa! Se bem que, como o clima anda meio louco, é bom levar opções para todo tipo de temperatura. Com relação à vespera de Natal na Disneyland, acreditamos que seja como a Disney de Orlando, ou seja SUPER LOTADO. Se tiver opção, acho melhor evitar parques nesse dia e fazer alguma programação menos concorrida. A Disney de Orlando, por exemplo, fica tão lotada nos dias 24 e 25/12 que às vezes fecham a entrada no meio do dia por lotação máxima esgotada. Nunca estivemos durante o Natal na Califórnia, mas acreditamos que seja igual...

      Se você só tiver este dia para ir ao parque, então tente chegar bem cedo para poder aproveitar ao máximo e não correr o risco de ficar de fora... Se puder, vá em outro dia.

      Excluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Digite o que procura no blog e tecle enter