27 dezembro 2013

Los Angeles sem carro: é possível?

Quando planejamos nossa viagem, muitos amigos disseram que era imprescindível alugar um carro, e que Los Angeles sem carro era impossível. Então, foi o que nós fizemos: alugamos o carro.

Na semana do embarque, por motivos alheios à nossa vontade, tivemos que cancelar o aluguel.

Nesse momento pensamos que nossa viagem seria um fracasso... Mas embarcamos... decididos a aproveitar o que pudéssemos...

E deu tudo certo!


Confíra abaíxo como conseguímos essa proeza!

Para a chegada e saída do aeroporto, contratamos o serviço da empresa Super Shuttle, que tem serviço de transfer dos aeroportos para os hotéis e vice-versa. No nosso caso preferimos o serviço de transporte individual chamado Meet and Greet, que o motorista fica esperando você no desembarque com o seu nome. Estávamos procurando uma plaquinha e ele aparece com um tablet! Muito legal!  Achamos que essa era a melhor opção para nós, que queríamos chegar o mais rápido possível ao nosso hotel pois tínhamos pouco tempo.

Mas existe a opção Super Shuttle Share Bus que é bem mais barata, em torno de U$16,00 por pessoa, nesse caso parando em vários hotéis. Para a volta contratamos o mesmo serviço e, na hora exata marcada, a van parou em frente ao nosso hotel para nos levar ao aeroporto.

O hotel que escolhemos para a primeira etapa da nossa viagem, em Hollywood, era perto de tudo: Teatro Chinês, Calçada da Fama, Dolby Theatre (onde é a festa do Oscar) etc. Nós fizemos tudo isso a pé, pois estávamos localizados na Sunset Boulevard, a uma quadra do Teatro Chinês.





Fomos a pé também à loja da Target e à Best Buy, que ficavam a umas quatro quadras do nosso hotel e, caminhando até lá, tivemos a oportunidade de passar em frente à loja de tatuagens da Kat Van D, do programa Los Angeles Ink ... Tudo bem que na volta pegamos um taxi por causa das inúmeras sacolas, mas não saiu caro porque era pertíssimo. Nós havíamos pedido a rececpcionista do hotel o numero da central de taxi e ligamos quando saímos da loja. Rapidamente nosso carro chegou e voltamos tranquilamente para o hotel com nossas compras.



Do outro lado da rua, em frente ao hotel, havia uma loja da Ross, onde se encontra muita coisa a preços baratíssimos. Também pudemos aproveitar.

Caminhando também pudemos ir comer em um restaurante de comida brasileira, muito bom, chamado Bossa Nova e que ficava a duas quadras do nosso hotel. E ao lado do hotel estava uma das lanchonetes do famoso In n´ Out Burguer!




Em Hollywood existem aqueles ônibus de dois andares, chamado Star Line Tours, para o qual você pode comprar um passaporte de um ou dois dias e rodar pelos lugares turísticos, subindo e descendo quantas vezes quiser. Nós compramos um de dois dias, que, além do ônibus, dava direito a conhecer o museu de cera Madame Taussaud e o Hollywood Wax Museum, sendo que este infelizmente não pudemos aproveitar por falta de tempo. Com o Star Line Tours, pudemos passar por locais históricos de Los Angeles, como o Comedy Store, Whisky a Go Go e Mel´s Drive inn.













O ônibus oferece fones de ouvidos e você pode escolher o idioma português, se quiser, para ouvir as explicações de todos os lugares por onde ele passa.

Subimos no ônibus e fomos para o andar de cima apreciar o passeio. Caso opte por se refrescar com ar condicionado pode sentar-se no andar de baixo que é mais fresquinho mas não tem a mesma visão. Lembre-se de usar protetor solar, pois ficar no segundo andar siginifica estar no sob o sol forte da Califórnia sem nenhuma proteção.

Exitem três linhas deste ônibus: a vermelha que roda pela região de Hollywood, Sunset Strip e Beverly Hills, a amarela que leva até Santa Monica, e a verde, que vai de Santa Monica a Venice Beach.

No nosso primeiro dia, fomos até Beverly Hills e descemos para conhecer a famosa Rodeo Drive. Almoçamos no restaurante Cheesecake Factory, de Beverly Hills, excelente!






Depois do almoço, voltamos a pegar o ônibus e fomos até o Farmer´s Market (uma espécie de hortifrutti) e o  The Grove, que é um shopping a céu aberto super bonito.




No segundo dia, pegamos o ônibus para ir até  Santa Monica e conhecer seu famoso pier. Tivemos que descer em Beverly Hills para pegar a Linha Verde. Em Santa Monica tínhamos a intenção de, mais tarde, pegar a Linha Amarela e ir até Venice Beach, mas nossa princesa adormeceu e achamos melhor voltar para o hotel de táxi. Aí gastamos um pouco mais pelo conforto: U$53,00, contando a ida de Santa Mônica a Venice Beach e, então, direto para o hotel.

OBS: Na época da viagem ainda não havia o uso disseminado de aplicativos como Uber e Lyft, que agora você pode aproveitar!






Para ir ao Universal Studios você pode utilizar o metrô, pois há uma estação lá perto do parque que, por sua vez, tem à disposição um ônibus para levar da estação à entrada do Universal, que fica em uma parte alta da cidade.

Não precisamos utilizar o metrô porque optamos por comprar nossos ingressos Front of Line (veja no post sobre a Universal) no quiosque da Star Line Tours e com isso ganhamos de cortesia o transporte de ida e volta ao parque, em um ônibus com ar condicionado. Excelente negócio!!!

Outra excelente solução para a falta de carro foi optar por dividir a estadia em dois hotéis, um na Sunset Boulevard, em Los Angeles, como já contamos, e outro em Anaheim, praticamente em frente aos parques da Disney.

Durante a estadia em Anaheim pudemos ir à Disneyland e ao California Adventure a pé, pois bastava atravessar a rua.

Para fazer compras no Outlets at Orange, pegamos um táxi, mas não foi muito caro pois era bem perto.

Para conhecer outros parques da California, você pode utilizar o serviço de tours do site All Anaheim Tours, que vende transporte com ingressos. Dentre as opções, havia o Sea World, o Legoland e o Knots Barry Farm, entre outros.




Nós optamos pela ida ao Legoland já que este parque era indicado para crianças pequenas e nossa princesa tinha apenas seis anos. Compramos o tour com ingressos incluídos e embarcamos em uma van num ponto em frente ao hotel. No fim do dia a van nos trouxe de volta direto ao nosso hotel. E de quebra fizemos praticamente um city tour no caminho, pois a guia ia contando histórias e curiosidades da região.

Uma outra boa experiência que tivemos, embora não tão barata, foi contratar, por indicação da recepcionista do hotel, um transporte para nos levar ao show do Bon Jovi, no Staples Center, no centro de Los Angeles. Nesse caso, a grande vantagem foi sair do show, bem tarde, e o motorista estar nos esperando sem que precisássemos, cansados e com sono, nos preocupar em ver trajeto no GPS e arriscarmos a nos perder.


Sem dúvida um carro em Los Angeles lhe dá muita liberdade. No entanto, para quem viaja com criança, a cidade tem programas específicos que elas podem aproveitar e, com isso, valeu muito a pena aproveitar bem cada atração, sem ficarmos nos preocupando em fazer muitos deslocamentos e perdendo tempo dentro de um carro. Los Angeles é, sim, uma cidade que dá para se aproveitar sem carro! Basta você se programar e escolher as opções certas.

19 comentários:

  1. Quantas fotos!! Adorei! Nunca alugamos carro porque meu marido diz que preocupação com trânsito não é férias. Ótimas dicas!

    ResponderExcluir
  2. Sábia decisão essa do seu marido, Silmara! obrigado!

    ResponderExcluir
  3. Olá, vou a Los Angeles em Janeiro sem carro. Adorei todas as soluções de vocês para esse "problema". Gostaria de saber o que vocês acharam do Star Line City Tour. Valeu a pena? Vocês compraram os ingressos aqui no Brasil ou compraram na hora? Provavelmente terei que fazer também. E o transporte utilizado por vocês no dia do Staples Center, é bom? Vocês recomendam? Obrigada pela atenção.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Isa! Bem-vinda ao clube dos corajosos de ir a Los Angeles sem carro! :) Gostamos muito do Starline. Até porque, graças ao roteiro falado, você fica sabendo um monte de curiosidades e informações que não saberia se fosse por conta própria. Alguns passeios podem ficar um pouco mais demorados, por exemplo, ir a Santa Mônica. Mas, como Los Angeles tem bastante engarrafamento, acaba dando na mesma. Compramos os ingressos na hora, nos quiosques localizados perto do Teatro Chinês e Dolby Theatre. Gostamos sim do transporte para o Staples Center. O motorista era bem atencioso. Se por algum motivo não conseguir contratar a empresa por meio do site, nos temos o cartão do motorista que nos levou até lá. Obrigado a você pela visita e pelo comentário! Volte sempre! Quando voltar da viagem nos conte como foi! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah outra coisa, em que site posso contratar a empresa quando precisar de motorista? Obrigada novamente. bjs

      Excluir
  5. Olá, Isa! O site é esse: http://caexpresslimo.com/. Qualquer dificuldade, fala com a gente. bjs!

    ResponderExcluir
  6. Ola! Gostei muito do que vc fez a pé na estadia em Hollywood. Qual hotel vc ficou? Estou procurando hoteis para viagem em setembro. Obrigada! Thaís

    ResponderExcluir
  7. Olá Thaís! O hotel em que ficamos é o Days Inn. Por este link (http://www.booking.com/hotel/us/days-inn-hollywood-near-universal-studios.html?aid=388264) você pode conseguir mais detalhes sobre ele. Veja também nossa série sobre "Descobrindo Los Angeles" aqui no blog, onde você terá mais detalhes sobre a proximidade dele para as atrações da cidade.

    ResponderExcluir
  8. Oi! Tb estarei com crianças, e adoro esse ônibus de tour. Me fale por favor qual nome dos dois hotéis q vc ficou? Tinha outro perto deles q vc achou melhor? Para indicar? Gostei das imediações q vc descreve! Êh bem isso q procuro! Aguardo,

    Katia

    Qq coisa meu email êh katiamafra@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Katia! Na região de Hollywood ficamos no Days Inn. Veja o link:
      http://www.booking.com/hotel/us/days-inn-hollywood-near-universal-studios.html?aid=388264.

      Já em Anaheim, nos hospedamos no Tropicanna Inn. Temos este post exclusivo sobre ele: http://www.paraadisneyealem.com.br/2014/07/hospedagem-no-tropicana-inn-anaheim-ca.html

      Tanto em Hollywood quanto em Anaheim há várias opções de hotéis de mesmo nível, próximos. Não temos uma outra indicação específica de hospedagem, mas, como você vai estar com criança, sempre é bom estar o mais perto possível das atrações. Então, se for escolher outro hotel nessas regiões, veja pela numeração para ele estar situado pelas redondezas.

      Obrigado pela visita, volte sempre!

      Excluir
  9. Olá!! Coisa boa ler esse seu relato de que é possível ir sem carro para LA! Estou pretendendo ir em julho do ano que vem com meu namorado, sem carro, e queria tirar uma dúvida com você. Como você foi de LA para Anahein? Chegou a usar o metro para ir em algum lugar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigado por seu comentário! Bom ver pessoas que também querem visitar LA sem carro. Para ir até Anaheim, inicialmente nós íamos de Super Shuttle, mas como havíamos usado os serviços de um motorista de táxi indicado pela recepção do hotel e gostamos, resolvemos ir com ele também para Anaheim. Ele cobrou cerca de US$ 90, foi caro, mas pela distância e pelo conforto, valeu à pena. A empresa de transporte para onde ele é trabalha é essa: http://caexpresslimo.com. Com relação a metrô, como a gente conta no post, a única ocasião em que usaríamos este meio transporte seria para ir ao Universal Studios, mas como ganhamos transporte grátis ao adquirir os ingressos com a Star Line Tours, fomos de ônibus fretado mesmo. Esperamos ter ajudado. Volte e sempre e, após a viagem, venha aqui contar como foi!

      Excluir
  10. Ola tenho 19 anos e minha irma 20, ambas temos carteira de motorista. Você sabe se podemos alugar carro em LA? Fica muito mais caro caso usemos soluções como as suas ? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, M.Gomes! De fato, nos Estados Unidos, a idade mínima permitida é de 21 anos para alugar um carro. Se você tiver entre 21 e 24 anos, as locadoras cobram uma taxa extra para que o aluguel seja possível. Sobre ficar caro usar soluções como a que comentamos no post, isso depende muito de quanto tempo você vai ficar na cidade e o quanto vai circular. Mas, sendo a única opção possível, a solução é fazer um roteiro enxuto e que concentre o máximo de programas possíveis em cada localidade que visitar. Abraços e volte sempre!

      Excluir
  11. Olá, estou planejando ir pra LA em Janeiro, preparei mais ou menos a mesma coisa que você, hoteis em Anaheim e Los Angeles, mas como hotel em LA é caro, menina! Você pode me dizer qual você ficou? Estou mapeando mesmo a região próxima ao Teatro Chinês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tabata! Ficamos no Days Inn Hollywood e temos post especial sobre ele no blog: http://www.paraadisneyealem.com.br/2014/10/days-inn-hollywood-hotel-bom-e-barato.html

      Boa viagem! Ah, se você reservar a estadia pelo link do Booking que consta no post, não paga nada a mais por isso e nós recebemos uma comissão. Obrigado!

      Excluir
  12. Oi, pretendo locar um carro, mas, confesso que não tenho muito senso de direção, e, tenho muito medo de me perder no percurso do aeroporto Lax até o hotel Holiday Inn de Anaheim, onde j fiz reserva, pois olhando o mapa vi que o percurso é de 1h20min...O que vocês sugerem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Márcia! Dirigir nos Estados Unidos é muitíssimo mais simples do que no Brasil. Embora Los Angeles tenha um trânsito um pouco mais complicado que em Orlando, por exemplo, as estradas são sempre maravilhosas e um GPS ou Waze resolvem todos os seus problemas! Em 2015, fizemos percursos bastante longos na Flórida, indo a outras cidades, e não tivemos problemas. E olha que eu, Carlos, não dirijo aqui no Brasil há uns dez anos! Com um bom equipamento de GPS você não deverá ter problemas, mas é sempre bom ter um "co-piloto" para ajudar. Um abraço e boa sorte!

      Excluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Digite o que procura no blog e tecle enter